Salvador é impactada pela campanha “Novembro Azul”

28 de novembro de 2016

Para encerrar o “Novembro Azul” com chave de ouro na capital baiana, o Bigodão, mascote da campanha, esteve no Mercado do Rio Vermelho no último sábado (26). Já no domingo (27), a ação da Clínica do Homem, que incluiu a distribuição de material informativo sobre a prevenção ao câncer de próstata, foi realizada no Farol da Barra; no Pelourinho e na Praça Ana Lúcia Magalhães. O objetivo foi estimular as pessoas abordadas nesses locais a participarem do “Bigoday”, dia de tirar uma foto com o “Bigode” para postar nas redes sociais com as hashtags #NovembroAzul e #NovembroAzulOficial.

Desde o início deste mês, a Clínica do Homem realizou uma série de atividades em parceria com o Instituto Lado a Lado pela Vida, ONG de São Paulo que idealizou a campanha nacional. No Mercado do Rio Vermelho, espalhou cartazes; distribuiu panfletos, fitas e bigodes no palito, além de chamar a atenção dos frequentadores do estabelecimento através do “Bigodão”. “Nossa intenção foi alertar os homens sobre a importância da avaliação prostática preventiva anual , fundamental para detecção precoce do câncer de próstata”, destacou o urologista diretor da Clínica do Homem, Francisco Costa Neto. Ações semelhantes foram realizadas no Parque da Cidade no dia 13 de novembro e no entorno da Arena Fonte Nova no dia 19 durante o jogo do Bahia contra o Bragantino pela série B do Campeonato Brasileiro.

Entre as informações que foram compartilhadas durante a campanha, destaca-se a relevância do exame do toque e da dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico) para o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Segundo Francisco Costa Neto, a doença é silenciosa, ou seja, assintomática. “Quando surgem os sintomas, mais de 95% dos casos de câncer de próstata já se encontram em fase avançada. Por isso, é importante que seja feita uma avaliação prostática preventiva anual a partir dos 45 anos de idade. Se tiver casos de câncer na família, o homem deve iniciar esta investigação já a partir dos 40”, explicou o médico.

 

Sobre o Câncer de Próstata

 

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do de pele não-melanoma. Quanto mais cedo for detectada a doença, maiores as chances de cura, já que alguns tumores podem crescer de forma silenciosa, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. “Dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição do jato da urina podem ser sintomas do tumor, mas o mais comum é que a doença não apresente sinal algum”, alerta o urologista Francisco Costa Neto.

Ainda de acordo com o médico, os fatores de risco incluem, além de idade avançada, histórico familiar, fatores hormonais e ambientais, hábitos alimentares, sedentarismo e excesso de peso. A fase do tumor e as características do paciente determinam as formas de tratamento que podem ser definidas pelo médico. Nos estágios iniciais da doença (tumores localizados e localmente avançados), a prostatectomia radical – cirurgia para retirada da próstata – é o tratamento padrão e apresenta altos índices de cura.

A Clínica do Homem, localizada no Centro Médico do Vale, no bairro do Canela, em Salvador, promove a saúde masculina há 24 anos, com foco na melhoria da qualidade de vida e bem estar dos homens. Possui equipe altamente qualificada para realizar avaliações preventivas, diagnose e tratamento das diversas patologias masculinas; laboratório de andrologia e banco de sêmen próprios e equipamentos modernos para diagnósticos confiáveis. Oferece ultrassonografia em urologia, avaliação em domicílio e consultas completas, com maior tempo de atendimento.

Postado em Notícias por Carla Santana | Tags: